Receba as novidades do setor

Seu nome

Seu e-mail

Segurança e prevenção de incêndio

No dia 30 de agosto, uma reunião no Gabinete do prefeito de Jaboticabal, José Carlos Hori, tratou de segurança rural e prevenção de incêndios. O comandante do 4º Batalhão da Polícia Ambiental, tenente coronel Fabiano Ferreira Nascimento, acompanhado do capitão Diogo Araújo e do tenente Rodrigo Antônio, vieram ouvir as demandas das entidades ligadas ao agronegócio.

Além do prefeito Hori, estavam presentes o presidente da Socicana, Bruno Rangel Geraldo Martins, que também representou a Coplana, como seu vice-presidente; o secretário de Governo, Wellington Caiado Castro; o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Aldo Bellodi Neto e o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agronegócios de Jaboticabal (Aciaja), Maurício Palazzo Barbosa, ambos conselheiros da Socicana; o diretor secretário do Sindicato Rural, Sérgio de Souza Nakagi; bem como o comandante da Polícia Militar de Jaboticabal, capitão Vanderlei Corrêa Alves; e o diretor de Patrimônio Público, José Eduardo Sostena.

Na questão da segurança, a Polícia garantiu que está empenhando seus esforços, mas esbarra em duas questões: redução de contingente e falta de viaturas e armamento. Neste sentido, foi proposta a Atividade Delegada em Jaboticabal. Em Guariba, esta ação já foi liberada e, em Jaboticabal, aguarda-se a assinatura do convênio por parte da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Na Atividade Delegada, os policiais, mesmo não estando no seu horário normal de trabalho, estão integrados, o que facilita a pronta resposta a ocorrências.

Outra pauta da reunião foi a questão dos incêndios, que prejudicam as lavouras e trazem consequências jurídicas e autuações. “Além de sofrermos os danos que o incêndio causa à nossa propriedade, ainda somos responsabilizados por algo que não causamos”, alertou o presidente da Socicana, Bruno Rangel. O tenente coronel Nascimento garantiu que a Polícia Ambiental tem visto os esforços dos agricultores e se comprometeu a levar para a instituição esta questão. Ele reconheceu a atuação dos produtores da região no combate a incêndios criminosos e acidentais.

A partir da reunião, o secretário Aldo Bellodi Neto irá conduzir novos encontros com pessoas indicadas pelas entidades e pela Polícia. “Tivemos uma longa conversa sobre segurança no campo e o que podemos fazer para ajudar. Vamos fazer uma parceria entre entidades e Polícia Militar e Ambiental para identificar a melhor forma de agir”, concluiu.