Receba as novidades do setor

Seu nome

Seu e-mail

Socicana é destaque no MasterCana

Associação ganhou prêmio “Destaque Institucional”, em reconhecimento pelo atendimento profissional aos associados

socicana-mastercana

Mais uma vez, a Socicana foi reconhecida pelo trabalho que vem desempenhando dentro do setor sucroenergético. A Associação recebeu, no dia 24 de agosto, o troféu da edição Centro-Sul do Prêmio MasterCana 2015, como Destaque Institucional, em evento que reuniu mais de 300 pessoas no Espaço Golf, em Ribeirão Preto. O MasterCana 2015 tem por objetivo reconhecer executivos, personalidades, empresas e iniciativas que se destacaram no setor na safra 2014/2015.

Para a Associação, o reconhecimento é fruto do trabalho conjunto entre diretoria, equipe de colaboradores e associados e que vem sendo desenvolvido nas últimas gestões, baseado em um planejamento estratégico com foco no aumento de produtividade e redução dos custos de produção.

“O prêmio vem coroar uma experiência que tivemos com a profissionalização da Associação. Hoje, temos uma diretoria executiva e o conselho de administração que trabalham juntos. Isso vem mostrar que o trabalho profissional, voltado exclusivamente para o desenvolvimento da associação é importante, e iremos colher bons frutos”, destacou o presidente da Socicana, Bruno Rangel Geraldo Martins.

“A Associação tem um papel fundamental para o produtor de cana, pois é ela quem dá corpo para os empreendedores individuais. Sozinhos, os produtores não têm acesso a serviços e informações necessárias à atividade. Juntos, eles conseguem ter porte e ter acesso a produtos, informações e serviços que a categoria necessita para exercer as funções do dia a dia no campo”, disse o vice-presidente da Socicana, Francisco Antonio de Laurentiis Filho.

“O prêmio coroa todo um trabalho que vendo sendo feito pela associação, o que inclui diretoria, conselho e equipe. No passado, foi feito um plano estratégico envolvendo o associado, em que foi dado um norte para o papel da associação. A partir deste plano, foi alicerçado todo o caminho a ser percorrido. Ainda temos muito trabalho a desenvolver, mas este prêmio certifica que estamos no caminho certo”, enalteceu o 1º tesoureiro da Associação, José Antônio de Souza Rossato Junior.

“É importante salientar que não é um prêmio pelo trabalho desenvolvido em um ano. É um reconhecimento pelo trabalho realizado há vários anos, iniciado em gestões anteriores. Isso mostra que a Associação está no caminho certo. Obviamente que há muito ainda a acontecer. Para a Associação, a busca constante pela inovação e ser reconhecida no setor estão dentro de sua Visão. É um trabalho incessante que toda a equipe vem fazendo, e não iremos parar por aí”, afirmou o superintendente da Socicana, José Guilherme Nogueira.

Crise do setor

Representantes do setor ressaltam as preocupações geradas pelo momento econômico instável vivido pelo Brasil, que tem afetado severamente várias áreas da economia nacional, como o setor sucroenergético. A falta de mobilidade do governo federal para reverter tal situação é criticada também pelos principais líderes do setor.

“Infelizmente, continuamos com as dificuldades que vivenciamos há mais de cinco anos, uma crise que atingiu não só a cana, mas vários outros setores econômicos. O momento é de muita cautela. Acredito que 2016 também será um ano muito difícil para o nosso setor. É complicado citar um período em que possa haver uma retomada, pois isso depende, e muito, de ações de âmbito governamental”, explicou Ismael Perina Junior, ex-presidente da Socicana e Orplana e atual presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Açúcar e do Álcool, órgão ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“O setor sucroenergético é, sem dúvida, fundamental para a nossa economia, já que distribui renda, gera bastantes empregos e que traz, com o etanol, benefícios para o meio ambiente e, consequentemente, para a população como um todo. Contribui também com a geração de energia elétrica. Vivemos uma crise econômica complicada e, aliado a isso, temos uma crise política. É do governo que deveria vir as iniciativas para o país retomar o crescimento”, criticou o presidente da Orplana (Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil), Manoel de Azevedo Ortolan.

Durante discurso, o presidente da ProCana, Josias Messias, responsável pela organização do evento, citou a importância da criação do Proalcool (Programa Nacional do Álcool), uma iniciativa do governo federal em 1975 para enfrentar a crise mundial do petróleo e incentivar a produção do biocombustível. “Mesmo diante de uma crise sem precedentes, a classe produtiva tem conseguido produzir cana, energia, etanol e alimentos. É preciso ter cautela, boa gestão e foco nas pessoas. Quem faz isso, têm conseguido sobreviver. Quero que daqui dez anos, possamos comemorar 50 anos do Proalcool. O setor gera empregos, renda e traz diversos benefícios ambientais à sociedade.”

Ibisa

Quem também prestigiou o evento foi Mônika Bergamaschi, ex-secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e atual diretora executiva do recém-criado Ibisa (Instituto Brasileiro para Inovação e Sustentabilidade do Agronegócio), sediado em Ribeirão Preto. O instituto surgiu da necessidade de tratar questões específicas que comprometem a competitividade do setor sucroenergético, como as legislações trabalhista e ambiental.

“O Ibisa nasce de uma demanda do próprio setor para que pudéssemos aproveitar um pouco da experiência que tivemos com o código florestal e trabalhar sobre outros aspectos que hoje afetam de maneira bastante importante a competitividade do agronegócio brasileiro. Vamos trabalhar de acordo com as demandas dos nossos associados”, explicou Mônika Bergamaschi.

MasterCana

O prêmio MasterCana acontece desde 1988 e tem por objetivo principal premiar pessoas e organizações que se destacam na busca pelo aprimoramento tecnológico, humano e socioeconômico do setor, assim como no fornecimento de bens e serviços. O MasterCana tornou-se referência em credibilidade no setor e, tradicionalmente, marca a abertura oficial da Fenasucro & Agrocana, maior evento técnico e comercial mundial para a agroindústria canavieira, que ocorre em Sertãozinho.