Receba as novidades do setor

Seu nome

Seu e-mail

Prevenção ao Coronavírus

Estamos juntos para vencer este desafio que é mundial!

Acompanhe questões básicas sobre prevenção

E saiba o que muda na rotina de trabalho na lavoura!

Fique por dentro de tudo

 

1) O que é o coronavírus?

Causador da covid-19, é um vírus que provoca desde um pequeno mal-estar até a morte em razão de problemas respiratórios. Pessoas com mais de 60 anos, com doenças crônicas ou sistema imune comprometido (em tratamento de câncer, transplantados, queimados, portadores de HIV, etc.) são as que mais devem ser protegidas, pois podem desenvolver a doença na sua forma mais grave. O Ministério da Saúde disponibilizou o aplicativo “CORONAVÍRUS-SUS” e o Disque 136 para tirar suas dúvidas.

2) Quais são os sintomas?

Os mais comuns são: febre, tosse e/ou dificuldade para respirar. Pode haver cansaço, dores no corpo, mal-estar, congestão ou corrimento nasal, dor de garganta ou dor no peito. Você só deve buscar serviço médico em caso de sentir-se muito mal ou sentir falta de ar. Para quem está com qualquer tipo de sintoma, é necessário isolamento imediato em um cômodo da casa. Os serviços de saúde só devem ser usados para casos graves.

3) Durante a pandemia, com recomendações de isolamento, o que fazer?

As recomendações dos órgãos de saúde devem ser observadas com rigor, especialmente quanto ao isolamento daqueles que não trabalham em atividades essenciais. O objetivo é evitar a rápida disseminação do vírus, o caos nos serviços de saúde e mortes. 

Recomendações básicas: ficar em casa; lavar as mãos frequentemente ou higienizá-las com álcool em gel 70%; ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou um lenço descartável; evitar locais com aglomeração de pessoas; não compartilhar objetos de uso pessoal.

4) O que são atividades essenciais?

São aquelas necessárias à continuidade mínima da vida, ou seja, casa, comida, segurança e saúde. Neste sentido, todas as atividades para a produção de alimentos e energia devem ser mantidas, incluindo o preparo, plantio, tratos culturais, colheita, recepção da produção, descarga, padronização, beneficiamento, carregamento, industrialização e transporte de todos os produtos e das pessoas necessárias para fiel execução destas atividades. Nesse momento temos visto o brasileiro aplaudir médicos, enfermeiros, produtores e trabalhadores rurais, que estão trabalhando para garantir que o isolamento imposto à sociedade ocorra da melhor forma possível.

5) A produção rural é atividade essencial. Então, o que fazer?

• Se possível, afaste das atividades os colaboradores com mais de 60 anos ou com doenças crônicas como diabetes, hipertensão, problemas cardíacos e respiratórios. Estas pessoas podem desenvolver a doença na forma mais grave, com grande chance de óbito.

• Quando possível, permita que as atividades administrativas sejam feitas na casa do colaborador (home office).

• Oriente todos os colaboradores sobre a necessidade de: a) lavar as mãos frequentemente com sabão ou fazer a higienização com álcool em gel 70%; b) ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou um lenço descartável; c) evitar locais com aglomeração de pessoas; d) não compartilhar objetos de uso pessoal.

• Disponibilize fácil acesso para as pessoas lavarem as mãos ou higienizá-las com álcool em gel 70%.

• Disponibilize lenços de papel descartáveis e aumente a frequência da higienização dos locais de trabalho, especialmente com álcool em gel 70%.

• Cancele todas as reuniões presenciais. Use o telefone ou ferramentas como Skype e Google Hangout para reunir as pessoas.

• Cerifique-se de quais atividades são desenvolvidas com aglomeração, ou seja, com mais de duas pessoas e que estejam a menos de 2 metros de distância umas das outras. Evite este tipo de atividade e, se não for possível, ofereça condições para manter a distância entre as pessoas. 

• Altere os horários de refeição, troca de uniformes e de turno para evitar concentração de pessoas.

• Atividades com aglomeração de pessoas devem receber especial atenção, seja com o aumento da frequência de higienização das mãos ou até mesmo levando estas atividades para o ar livre, se possível.

• Converse constantemente com seus colaboradores para checar se alguém está com algum sintoma de gripe ou se tem algum membro da família com sintomas. Em caso positivo, o colaborador deve ficar em casa, em isolamento por 14 dias.

• O transporte público está suspenso em muitas cidades. Então, disponibilize transporte privado aos colaboradores, garantindo a existência de álcool em gel para higienização das mãos para cada um que entrar no ônibus. O veículo também deve passar por limpeza frequente.

• Se possível, diminua a ocupação dos meios de transporte.

• Se possível, diminua a ocupação nas áreas de vivência.

• Disponibilize telefone para que seus colaboradores entrem em contato diante de qualquer problema.

• Divulgue insistentemente as informações a todos os colaboradores, valorizando a dedicação de todos, neste momento de incertezas.

Lembre-se: nossa atividade não deve parar, e devemos cuidar da saúde de nossos colaboradores, amigos e familiares. É muito importante que estas medidas sejam respeitadas e que evitemos ao máximo a aglomeração de pessoas. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Socicana.

CLIQUE AQUI E ACESSE O GUIA PRÁTICA PARA O SEU DIA A DIA NA PROPRIEDADE RURAL!