Receba as novidades do setor

Seu nome

Seu e-mail

Iniciativa conecta pesquisadores a produtores

No dia 31 de janeiro, ocorre o lançamento de mais uma fase do consagrado programa +Cana, a versão 4.0, uma parceria entre Coplana, Socicana e IAC que resultou em uma mudança de paradigma no plantio. Esta edição terá maior alcance, podendo chegar a 50 agricultores, que terão autonomia para produzir a própria muda e elevar seu patamar de produtividade em cana.

Uma nova produção de cana-de-açúcar

O diretor do Centro de Cana/IAC Ribeirão Preto, Dr. Marcos Landell, lembra que o +Cana tem sido uma importante ferramenta para a adoção de novos conceitos de produção. “Entre eles, a inclusão de novas variedades com maior potencial; canas com maior população de colmos, que conseguem perfilhar mais e, com isto, gerar uma expectativa de maior longevidade dos canaviais. Estas variedades são também mais adaptadas ao plantio e à colheita mecânica”, explicou Landell.

Ele completa que o programa está sendo aplicado com grande sucesso em várias regiões do Brasil. “A ideia é que este +Cana 4.0 tenha maior poder de capilaridade no âmbito da Cooperativa e da Associação, possibilitando alcançar maior número de produtores, e assim promover a verticalização de suas produtividades agrícolas, tornando-os mais sustentáveis.”

O vice-diretor do Centro de Cana, Dr. Mauro Xavier, ressalta o valor da interatividade. “Este projeto permitiu trazer o produtor para a instituição de pesquisa e levar o pesquisador para dentro da propriedade agrícola, onde de fato as coisas acontecem. O ponto forte é entregar a capacitação para o produtor fazer a gestão de seu material de propagação, mantendo qualidade no processo e abrindo diversas outras perspectivas de desdobramento das tecnologias. Isso é fundamental, o produtor entender que ele pode resgatar a gestão sobre algumas etapas importantes do processo de produção de cana-de-açúcar.”

 

Opinião de produtores que já participam

“O +Cana foi um dos melhores projetos que a Coplana e a Socicana já fizeram. Fiz parte da primeira etapa, e todos os produtores que como eu participaram deste projeto tiveram uma vantagem muito significativa, uma vez que podemos ter muitas variedades de cana, que eram testadas em usinas e hoje o são dentro da própria fazenda.” Ricardo Bellodi Bueno

“O +Cana foi um marco divisório na fazenda e na minha vida como produtor. Trouxe uma capacitação enorme, ferramentas que nós não encontramos em lugar nenhum, e não é à toa que o +Cana ganhou um prêmio nacional, reconhecimento de tudo que vivenciamos: a parte técnica, a teoria sobre mudas, nutrição, pragas e tudo o que está envolvido na produção de cana.” Rogério Consoni

“O projeto foi fundamental para os produtores, fazendo com que tivessem acesso a novas variedades de cana, aumentando a produtividade. Faço parte do projeto piloto, a primeira onda. Hoje, 100% das minhas mudas são provenientes do +Cana.” Sérgio Pavani

“Eu participo desde a primeira fase e o considero muito interessante. Proporcionou o acesso a novas tecnologias de plantio, novas variedades de mudas, uma propagação de variedades com rapidez muito maior da que eu tinha antes, sem contar a capacitação técnica dos nossos funcionários pelo IAC.” Francisco Antonio de Laurentiis Filho